A Festa Brava nacional está de luto. Nos últimos dias, faleceram o bandarilheiro Manuel Badajoz e o cineasta taurino Francisco Rocha.

Manuel Badajoz, tinha 86 anos e era natural de Coruche. Fez a prova de bandarilheiro praticante no Cartaxo a 1 de Novembro de 1952 e recebeu a alternativa no ano seguinte, na Moita, tendo como padrinho Pedro Gorjão. Era um dos melhores bandarilheiros portugueses e integrou a quadrilha de diversas figuras da tauromaquia nacional, como por exemplo, Manuel dos Santos, Luís Miguel da Veiga, José João Zoio, João Salgueiro, Vítor Mendes, José Júlio entre outros.

Em conjunto com o seu irmão António, foi um dos fundadores da Escola de Toureio de Coruche, de onde saíram diversos matadores de toiros: Óscar Rosmano, José Falcão e José Simões.

Francisco Rocha foi um dos grandes nomes do audiovisual taurino em Portugal. Sendo responsável pela captação em vídeo de diversos momentos marcantes da tauromaquia portuguesa. São da sua autoria os registos mais marcantes como por exemplo os documentários “O Toiro”, “A Mítica Catedral” ou “Mestre Batista”. É também sua a reportagem da famosa “Corrida de Toiros de Morte” realizada na Palha Blanco a 7 de Maio de 1977. Além da filmagem de centenas de corridas de toiros.

A Manuel Badajoz e a Francisco Rocha, o Faenas TV endereça os mais sentidos pêsames.

fotos: DR.