41 mortos e 239 feridos é o balanço até ao momento, do atentado ocorrido hoje (29 de Junho 2016), no aeroporto de Istambul, na Turquia.

Três bombistas suicidas dispararam as armas e depois fizeram-se explodir no aeroporto Ataturk. O primeiro-ministro turco, aponta o auto-denominado Estado Islâmico, como autor provável do atentado.

A maioria das vítimas mortais é turca e há ainda 13 estrangeiros. Entre estes estão cinco sauditas, dois iraquianos, um chinês, um jordano, um tunisino, um uzbeque, um iraniano e um ucraniano. Segundo a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, não foram identificados portugueses entre as vítimas.

Em Portugal, o Presidente da República condenou, esta quarta-feira, o atentado. Marcelo Rebelo de Sousa considera o ataque “mais uma inaceitável demonstração da barbárie dos que recusam a paz”.

Saiba mais sobre este acontecimento em: The Guardian

foto: agência Reuteurs