O Partido Popular Espanhol liderado pelo chefe do governo em gestão, Mariano Rajoy, foi o vencedor das eleições em Espanha, com 137 deputados eleitos (32,99%) anunciou a comissão eleitoral.

O Partido Socialista (PSOE) ficou em segundo lugar, com 85 lugares (22,71%) no congresso espanhol, enquanto a aliança de esquerda Unidos Podemos elegeu 71 deputados (21,11%) e o partido de centro-direita Ciudadanos conseguiu 32 assentos (13,02%).

Pablo Iglesias líder do Podemos (partido de esquerda) confessou que os resultados deixaram a coligação surpresa, admitindo que os resultados não foram bons e que estava preocupado com o facto de terem perdido apoiantes.

Os espanhóis foram chamados no domingo às urnas para escolher os 350 deputados e 208 senadores que vão tentar desbloquear o actual imbróglio político em que o país vive há seis meses. Desde as eleições de 20 de Dezembro, os partidos foram incapazes de chegar a acordo para assumir as responsabilidades governativas.