Juan José Padilla regressa hoje à noite (quinta-feira, 29 de Setembro) ao Campo Pequeno, depois de um grande triunfo aqui obtido na sua estreia a 14 de Julho, com apoteótica saída em ombros.
Até à data, está em quarto lugar na estatística de matadores de toiros, com 42 actuações repartidas por Espanha, França e Portugal, tendo cortado um total de 82 orelhas e 7 rabos.

juan-jose-padillaRegressa a uma praça onde a sua presença continua bem viva na memória dos aficionados, mas também na sua própria memória. “Gostei muito da afición do Campo Pequeno no dia do meu debute e fiquei encantado com todo o ambiente que se criou. Foi verdadeiramente emocionante”, admitiu o diestro

Padilla manifestou também o seu encanto pela beleza arquitectónica e pela excelência do restauro da Praça de Toiros do Campo Pequeno, salientando também a qualidade musical da banda que abrilhantou o espectáculo, a Banda da Sociedade do Progresso e Labor Samouquense, “Tenho no coração o carinho que o público de Lisboa me dispensou do primeiro ao último minuto. Foi uma noite de sonho!”, refere o diestro que leva 22 anos como Matador de Toiros.

Juan José Padilla alterna com o seu compatriota “Finito de Córdoba”, que comemora esta temporada as “Bodas de Prata” da sua alternativa e com Manuel Dias Gomes, o mais recente matador de toiros português que, nesta qualidade, se estreia no Campo Pequeno.
Os toiros pertencem à ganadaria de Manuel Veiga.

Assista à reportagem do triunfo de Padilla na sua estreia no Campo Pequeno.