O gestor taurino do Campo Pequeno defendeu a Tauromaquia, numa reportagem à estação de rádio Antena 1. Uma reportagem da autoria da jornalista Raquel Morão Lopes.

O antigo matador de toiros considera a “qualidade dos cartéis” o factor determinante para o aumento de público no Campo Pequeno. Esse aumento de aficionados significativo (mais de 5%) ocorreu nas últimas temporadas. A praça de toiros lisboeta tem uma categoria internacional, estando ao nível praças de toiros mais importantes do Mundo, como por exemplo “Madrid, Sevilha, Bogotá e México”.

Em relação às pessoas que são contra a Festa Brava, Rui Bento considera que “é uma minoria aquelas pessoas têm o objectivo de acabar com um espectáculo que está enraizado na cultura e nas tradições de um pais e estão a exceder aquilo que seria o razoável das suas convicções e das próprias defesas”. Prova disso é sempre que se realiza uma corrida de toiros em Lisboa, dentro de praça estão mais de 6 mil aficionados e cá fora 30 ou 40 pessoas, o que revela bem a força da Festa Brava.

A apresentação dos cartéis desta temporada vai ser feita no fim do mês de Fevereiro e o gestor taurino do Campo Pequeno, espera aumentar o numero de abonados e ter a presença do Presidente da República nas comemorações do 125º aniversário do Campo Pequeno.

Oiça a reportagem na integra aqui.

foto: Emílio de Jesus, in Farpas Blogue